Dicas de FaxinaOrganização da casa

A tabuada da bagunça: 5 dicas para deixar a casa sempre em ordem

Organizar a casa é como aprender matemática: gostoso não é, mas, olha, é necessário! E nesse caso, a equação não tem erro, é só usar a seguinte fórmula: casa – bagunça + disciplina = organização. Simples assim! E nada de vir com chorumelas dizendo que é impossível manter a casa sempre em ordem e aquele blablablá todo, porque, no fundo, até você sabe que isso é a mais pura lorota! Para ajudá-lo na lição, vamos ensinar algumas operações básicas de organização. E fica a dica: é melhor você adotá-las antes da bagunça se multiplicar, viu? Então bora lá:

Subtraia a preguiça

“Calma, mãe, já vou arrumar meu quarto, daqui a pouquinho!”. “Espera, amor, vou lavar as louças do almoço ainda antes do jantar!”. “Pra que arrumar a cama de manhã, se de noite a gente vai dormir de novo?”. Caso esse tipo de fala lembre seus frequentes embates com o restante dos moradores da casa, está na hora de subtrair de vez a preguiça e parar de deixar as coisas para depois. Quanto mais você procrastinar, maior será sua indisposição e pior vai ficar a bagunça da casa. O resultado dessa equação não traz nada de bom pra ninguém, não concorda? Então levante já a buzanfa do sofá e pare de deixar a organização para depois de depois de depois de amanhã!

Divida responsabilidades

A menos que você more sozinho, o ideal para manter a casa organizada e dignamente habitável é dividir as responsabilidades e distribuir tarefas entre todos os membros da família. Se cada um lavar seu próprio prato, arrumar seu próprio quarto e cuidar da higiene das próprias coisas, a conta não vai ficar pesada para ninguém. Você também já aprendeu sobre o equilíbrio das forças, então não venha se fazer de desentendido a essa altura do campeonato!

Some esforços

Quanto mais gente estiver empenhada na manutenção da organização da casa, mais fácil será a realização das tarefas. Por essas e outras, é preciso engajar os moradores na missão #casaorganizada2015. Crie uma cultura de organização da casa, estipulando que, toda vez que algo for tirado do lugar, deve ser devolvido para o mesmo local de origem após o uso. Ação e reação, a gente se vê por aqui!

Evite a multiplicação da bagunça

Experimente passar um dia sem lavar louças. Você vai ver que, cada vez que entrar na cozinha, a pilha parecerá ter dobrado de tamanho! A impressão que você terá é que o ambiente está totalmente desorganizado. E como desgraça pouca é bobagem, as vasilhas acumuladas fazem os insetos multiplicarem. Por isso, se você não quer ver baratas, moscas e formigas montando acampamento no seu território, nada de deixar a bagunça aumentar! Potenciação: você se lembra desse bicho? Pois ele também está de olho nessa sua desorganização, viu? Prontinho para dar o bote…

Encontre a tal da hipotenusa

No início, evitar a bagunça vai soar complicado, mas, aos poucos, você vai perceber que não passa de uma operaçãozinha das mais básicas, mais fácil que somar e subtrair. Remover o lixo das lixeiras, arrumar a cama diariamente, lavar o banheiro na hora do banho, tirar o sapato antes de entrar em casa, limpar, na hora, o suco que derramar e deixar de comer na sala não arranca pedaço de ninguém, não é mesmo? Com o tempo você se acostuma com essas coisinhas simples que agora são mais aterrorizantes do que achar a soma dos quadrados dos catetos que é igual ao quadrado da hipotenusa. Hipote o que mesmo?

E então, vai levar um belo de um zero ou gabaritar? Comente aqui e nos conte como anda esse teste da bagunça aí na sua casa! Compartilhe suas dicas e aflições conosco! Participe!

 

Comentários