DestaqueDicas de FaxinaLimpeza domésticaProdutos de limpeza

O cloro e os riscos à saúde

Químico alerta para os perigos de produtos à base de cloro, que podem ser perigosos se não utilizados corretamente

Quem não gosta de sentir aquele cheirinho de limpeza em casa? O que devemos saber é que alguns produtos, tipicamente usados na limpeza doméstica, precisam de atenção redobrada. Isso porque muitos são tóxicos e prejudiciais à nossa saúde.

Produtos à base de cloro, como a água sanitária, podem ser perigosos se não utilizados corretamente. Eles não podem ser misturados com produtos que contenham amônia ou água oxigenada, por exemplo. A amônia normalmente está presente em forma de hidróxido de amônio e pode ser encontrada na maioria dos itens de limpeza, como detergentes, desinfetantes, amaciantes, limpadores de janela e ceras para polimentos de piso.

Para o químico Vladimir Magalhães, que além de educador é sócio proprietário de uma empresa produtos geoquímicos, o ideal é excluir os produtos à base de cloro da lista de compras da limpeza doméstica, porque muitas vezes eles são vendidos sem embalagem própria, sem informações necessárias e, consequentemente, sem segurança.

“Eu sugiro que ninguém compre nem use o produto popularmente chamado de cloro, comumente vendido em qualquer quantidade sem embalagem própria. É um produto que pode causar intoxicações graves por ingestão, quando bebido, ou inalação, quando cheirado”, adverte Magalhães. Além disso, ele alerta para a importância de se ler atentamente o rótulo do produto e, claro, de se tomar muito cuidado com os produtos vendidos sem rótulo, preparados de maneira caseira.

No caso do hipoclorito de sódio, que está presente na água sanitária, quando exposto, ela libera o gás cloro, que provoca irritação das vias aéreas, indo diretamente para a corrente sanguínea; causa danos aos olhos e dores de cabeça. Também pode ocasionar intoxicações, provocar queimaduras severas à pele e é extremamente nocivo se ingerido.

“A Anvisa obriga ao fabricante a descrição de avisos sobre os perigos e informações de primeiros socorros. Cabe ao consumidor ficar atento ao rótulo”, alerta o químico, enfatizando que é possível substituir o cloro e aproveitar toda a eficiência dos produtos, sem correr riscos.

Mas, se mesmo assim você continuar utilizando os produtos feitos à base de cloro, existem algumas regras básicas que devem ser seguidas, para sua saúde.

Comentários

Leave a Response