DestaqueDicas de Faxina

Fones de ouvido também precisam de limpeza

Eles podem abrigar mais de 10 mil fungos e bactérias, por falta de higiene e por seu compartilhamento com outros usuários

Volume muito alto nos fones de ouvido pode provocar diversos danos, incluindo perda parcial ou total da audição. Mas o acessório para ouvir música também pode ser perigoso por outro motivo: o acúmulo de bactérias pela falta de higiene e por seu compartilhamento com outros usuários.

As consequências vão desde coceiras e micoses até infecções mais graves. Isso porque fones de ouvido podem abrigar mais de 10 mil fungos e bactérias.  Isso sem falar no quão nojento é um fone de ouvido mal cuidado, com aquela sujeira à mostra. Além de tudo, ela ainda faz com que a qualidade do som seja perdida, visto que a sujeira pode chegar a obstruir alguns contatos eletrônicos.

Portanto, por vários motivos, o bom mesmo é manter os fones sempre higienizados. E é preciso fazer a limpeza do jeito certo, para não danificar o aparelho eletrônico.

Para fones de ouvido, recomenda-se a limpeza com álcool isopropílico, indicado para eletrônicos. A utilização de água e sabão e álcool comum não é indicada, porque pode estragar o aparelho.

Basta usar um cotonete ou algodão embebido com o produto e passar nas partes do aparelho que ficam em contato com a orelha e também nos fios, diariamente, antes e após o uso. Fones com capas de silicone também podem ser limpos com a solução, mas recomenda-se que a limpeza seja realizada separadamente. Uma dica importante: é proibido afundar os fones na água, pois isso pode gerar os mesmos problemas que o uso excessivo de água na solução.

Para aplicar o álcool, basta utilizar um pequeno tecido é o mais recomendado. O tecido não pode ser muito agressivo, caso contrário é possível que os fones fiquem inutilizáveis após a limpeza. Se após a limpeza inicial ainda houver sujeira, o ideal é utilizar uma escova macia para auxiliar a retirada dos resíduos.

Antes de voltar a usá-los, é preciso esperar que estejam completamente secos.

De acordo com recomendações médicas, você também deve evitar o compartilhamento dos fones, pois isso facilita o transporte de bactérias e fungos de uma pessoa para outra. Além disso, caso haja dor de ouvido, diminuição da audição, zumbido ou sensação de ouvido entupido, busque ajuda profissional de um otorrino.

Soluções caseiras não são indicadas em nenhum caso de incômodo auditivo, pois podem causar ainda mais danos aos ouvidos.

Comentários

Leave a Response