BlumpaContratação de diaristasDestaqueLimpeza de escritóriosQualificação profissional

Dicas para não errar na limpeza do chão do escritório

A limpeza de chão de escritório é fundamental para melhorar o aspecto do ambiente, manter a higiene e evitar prejuízos. O acúmulo de sujeira pode danificar o material e causar alergias ou acidentes de trabalho.

Apesar de parecer uma tarefa simples, ela exige bastante atenção para não prejudicar o piso e garantir um serviço eficaz. O uso de produtos, equipamentos e técnicas corretos resulta em um lugar sempre limpo, aumentando a durabilidade dos materiais.

Ficou interessado no assunto? Então confira nossas dicas sobre como limpar cada tipo de piso e otimize a limpeza do seu escritório!

Madeira

Os pisos de madeira demandam muita atenção. Não se deve aplicar produtos químicos como álcool e solventes, pois eles deterioram o verniz e danificam o chão. Entretanto, a água também não é indicada, já que pode retirar o acabamento e deixá-lo com aparência opaca.

O ideal é varrer ou aspirar e em seguida passar um pano seco. Caso haja sujeira demais, principalmente poeira, utilize um pano úmido bem torcido para impedir que o piso fique molhado. Para manter o brilho, vale a pena aplicar ceras específicas.

Carpetes

Os revestimentos com carpetes são bastante comuns, mas exigem cuidado, já que acumulam sujeira e não podem permanecer molhados dentro de ambientes fechados. Isso facilita a proliferação de fungos (mofo) e bactérias, além de deixar o local com um odor desagradável de difícil remoção.

Para a limpeza de chão de escritório adequada, aspire-os cerca de duas vezes por semana com o objetivo de retirar poeira e ácaros. Caso as manchas persistam, empregue produtos específicos, observando o modo de usar no rótulo do produto. A aplicação incorreta pode causar novas manchas ou estragar o carpete.

Passe um pano úmido, sem molhar demais o local, e deixe o ambiente aberto e ventilado até que o carpete seque totalmente. Para complementar, uma vez por ano invista em uma limpeza completa, contando com o apoio de empresas especializadas nesse serviço para uma higienização profunda.

Granito

Conhecido pela resistência e beleza, o granito é bastante adotado por empresas, principalmente em áreas de recepção e escadas. A principal vantagem está ligada à limpeza: após varrer ou aspirar, um pano úmido é suficiente, mas você pode diluir sabão neutro ou de coco na água. Para finalizar, passe um pano seco e macio.

Apesar desse benefício, o material é sensível e fácil de manchar. Portanto, evite a aplicação de produtos ácidos, corrosivos ou oleosos, capazes de danificar o granito e deixá-lo com aspecto de sujo ou sem brilho.

Mármore

O mármore consiste em um material poroso e com alta capacidade de absorção. Sendo assim, é importante não aplicar produtos de limpeza muito concentrados, gordurosos ou corrosivos, como álcool, cloro, sabão em pó, água sanitária e solventes.

Determinadas substâncias podem incentivar o aparecimento de manchas ou corroer a superfície, prejudicando o piso. Em relação à limpeza de chão de escritório, valem os mesmos cuidados a respeito do granito.

Porcelanato

O porcelanato é considerado versátil, por isso seu uso nas construções não para de crescer. Ele é bastante resistente, então você pode jogar água durante a limpeza.

Aqui, o ideal é retirar a poeira e outras sujeiras com uma vassoura e, na sequência, fazer a limpeza com água. Dilua produtos específicos para porcelanato, detergente neutro ou sabão de coco, e evite itens como cera e produtos ácidos. Assim, você elimina a sujeira sem deixar manchas, mantendo o brilho do material.

Viu só? Em um primeiro momento pode até parecer que a limpeza dos pisos é simples e sempre igual, mas conhecer os diferentes materiais garante melhores resultados e economia para a sua empresa. O emprego incorreto de produtos, além de gerar desperdícios, também traz custos com a substituição.

Conte com profissionais qualificados para se responsabilizar pela limpeza de chão de escritório. Diaristas especializados conhecem as técnicas de limpeza mais eficientes e sabem como usar adequadamente os produtos, impedindo danos e desperdícios.

Comentários

Leave a Response