BlumpaDestaqueDiaristasDicas de FaxinaLimpeza de escritóriosLimpeza domésticaOrganização da casaQualificação profissional

Coronavírus: saiba quais itens pessoais higienizar, com que frequência e como

Um estudo publicado pela revista científica New England Journal of Medicine afirma que o coronavírus pode sobreviver por até 3 dias em algumas superfícies, como plástico ou aço. O estudo, realizado por cientistas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) da Universidade da Califórnia, de Los Angeles e de Princeton, avalia a resistência do vírus em cinco materiais diferentes, e mostra que o novo coronavírus fica “mais estável” em plástico e aço inoxidável, materiais utilizados diariamente pela população, no seu celular por exemplo.

Apesar de as superfícies não serem os principais impulsionadores da pandemia, tendo em vista que o COVID-19 se espalha preferencialmente por meio do contato direto, ainda é importante ter cuidado com objetos de uso pessoal. É possível que uma pessoa adquira o coronavírus tocando uma superfície ou objeto que contenha o vírus e, em seguida, tocando sua própria boca, nariz ou possivelmente seus olhos.

Embora o melhor dos mundos seja não compartilhar itens como canetas, celulares e computadores, ainda é recomendado higienizá-los uma vez ao dia. Caso sejam compartilhados, vale ainda com maior frequência. No caso de aparelhos eletrônicos, a recomendação dos infectologistas é utilizar álcool isopropílico, já que o álcool gel, por conter água, pode danificar o aparelho.

Você também pode utilizar sabão e um pano úmido para higienizar seu smartphone, desde que tome o devido cuidado para evitar aberturas.

Outro objeto frequentemente utilizado e negligenciado na transmissão de coronavírus é o cartão de crédito ou débito. Embora não seja de nosso costume higienizá-lo com frequência, isso pode ser feito com água e uma quantidade mínima de sabão, esfregando gentilmente com um pano macio não abrasivo.

Se você ainda não aderiu à quarentena e está saindo de casa, bolsas, carteiras e demais acessórios devem ser higienizados assim que voltar para casa, com álcool gel, por exemplo. Já as roupas sujas podem ser armazenadas em sacos fechados até o momento da lavagem.

Leia também:

Comentários

Leave a Response