DiaristasDicas de FaxinaLimpeza de escritóriosQualificação profissional

Boas regras de convivência: dicas de limpeza para um uso melhor dos espaços comuns nas empresas

Depois de horas sentado, escrevendo aquele longo relatório sobre as entregas do mês para o seu chefe, você corre para o banheiro. Na hora em que abre a porta, uma ingrata surpresa: o vaso sanitário está interditado, pois algum colega resolveu jogar papel higiênico dentro da privada. Quem nunca se deparou com uma situação delicada (e desesperadora) como essa dentro da empresa em que trabalha?

Office cubicles

 

Para que o estresse natural gerado pela carga de trabalho do dia a dia não se acumule com a dor de cabeça provocada por situações desagradáveis como essa (e você acabe sendo tomado por um acesso de fúria em pleno expediente), preparamos 5 dicas que podem minimizar os inconvenientes da convivência no ambiente de trabalho para que a limpeza esteja sempre em dia.

  • Banheiros: Manter os banheiros limpos e higienizados é a primeira condição para se evitar desgaste desnecessário com os colegas de trabalho. Ninguém suporta banheiro sujo, principalmente se o banheiro sujo for a alternativa mais próxima para aliviar as necessidades fisiológicas. Dentro do banheiro, as regras são simples: não jogar papel no vaso, não urinar no chão e, finalmente, dar descarga (algo que muitos parecem fazer questão de ignorar). Para lidar com o famoso odor capaz de nocautear o mais incauto colega de trabalho, recomenda-se o uso de sprays ou simplesmente abrir a janela (mas atenção: para ventilar o recinto e não para você se jogar).
  • Geladeira : Na correria diária, nem sempre há tempo para cultivar o chamado “slow food”. O jeito é mesmo recorrer à geladeira coletiva da firma para guardar bebidas e lanches para quando a fome bater. O problema é que muita gente confunde geladeira com depósito de alimentos vencidos. Aí não tem jeito: é um festival de aromas estranhos acionados assim que alguém abre a porta da geladeira (talvez por culpa daquele iogurte Chambourcy de pêssego com data de vencimento de janeiro de 1985). Outra prática condenável é surrupiar os lanches alheios esquecidos pelos colegas. Se o crime for inevitável, que pelo menos o produto surrupiado seja reposto no dia seguinte, para não azedar de vez as relações de trabalho. Além da comida, seja responsável por lavar o que sujou e jogue sempre no lixo o que for lixo. Se sujar além do limite, passe um pano no local ou informe ao responsável pela limpeza do escritório sobre o acidente para que ele arrume a bagunça o mais rápido possível.

 

freeze

 

  • Estação de trabalho: Tudo bem que você se sinta em casa no ambiente de trabalho, afinal, passa a maior parte do seu dia na empresa. Mas, por favor, evite submeter os seus colegas às suas manias (eles já têm as deles e são muitas, pode acreditar), como transformar sua gaveta em despensa (com uma coleção de castanhas e outros alimentos não identificáveis sem o uso de microscópio), trabalhar descalço ou lanchar aquele hot-dog cheio de molhos em cima do seu teclado. Caso divida sua estação de trabalho com colegas de outro turno, convém deixar o espaço limpo e organizado para ele, jogando papéis e restos de comida, como farelos de pão, preferencialmente no lixo.
  • Cada lixo no seu lixo: Por falar em lixo, se você é um funcionário que não joga nada no chão, parabéns pela consciência ambiental! Mas dentro de um ambiente fechado, nem sempre é recomendável jogar todo tipo de material naquela lixeirinha abaixo da sua mesa. Restos de comida, refrigerantes, doces e bolos dentro de lixeiras que não são recolhidas diariamente podem transformá-las em criadouros de baratas e moscas. E, acredite: você não vai querer um ambiente de trabalho que promova o encontro entre baratas e mulheres.

 

beartrash

 

  • Fumódromos: Hoje em dia, o fumante é a única pessoa que não pode reclamar de bullying e preconceito. Afinal, fumar faz muito mal, principalmente para os fumantes passivos, obrigados a inalarem aquela fumaça nauseante. Portanto, não faça do ambiente de trabalho seu fumódromo particular. Se quiser acender um cigarro, bata as cinzas no cinzeiro e, quando terminar, apague a bituca antes de jogá-la na lixeira.

Aplicando apenas 5 regrinhas básicas de etiqueta social no ambiente de trabalho, você provavelmente elimina muitos focos de discussão e fadiga que certamente iriam influir negativamente em sua produtividade. Mas, mais do que seguir regras, é bom saber que o segredo do bom convívio é baseado no respeito ao próximo (e a você). Respeito não custa nada, mas viver sem ele causa bastante prejuízo.

E você? Conhece algum caso engraçado sobre o mau uso de banheiros, cozinhas e outras áreas comuns no ambiente de trabalho? Compartilhe abaixo!

 

Comentários

Leave a Response